sábado, 11 de julho de 2009

O mundo das RAVES!















Como tudo COMEÇOU...
Um Império COMERCIAL...
Crescimento das Festas...
DROGAS E MÚSICAS ELETRÔNICAS
Vida , É MÚSICA ELETRÔNICA
Diversão E BEM ESTAR...

A Introdução do termo RAVE o remete a algo como soltar os cachorros ou então vibrar com alguma coisa.


Mas a palavra também foi atribuída a um tipo de festa com ingredientes diferentes que tradicionalmente conhecia... A MÚSICA É ELETRONICA!
As festas são realizadas em ao ar livre em locais afastados dos grandes centros geralmente em sítios ou fazendas a duração é de pelo menos 12 horas , centenas ou até milhares de pessoas gastam energia Dançam , Dançam, Dançam muito sempre ao comando do DJ.
É controvérsia quando se tem que atribui quando e onde começou as Raves. Uma versão diz que no final dos anos 60 na ilha de goa na Índia, o movimento foi iniciado por um grupos de rippes e europeus bem nascidos que escutavam na praia uma especie de embrião da musica eletrônica misturados com elementos musicais locais essa mescla remetia a psycodelia é esse gênero foi batizado de GOA anos mais tarde de GOA TRANCE e na década de 90 recebeu a denominação de TRANCE PSYCODELICO ou apenas PSY TRANCE.
A outra versão talvez mais aceita ou comentada diz que as Raves começaram na segunda metade da década de 80 na região portuária de Londres na Inglaterra . As festas eram ilegais e se propagavam entre os jovens através do boca a boca e de flays improvisados.No inicio dos anos 90 as raves foram criminalizadas por lá. O que mundialmente difundia a idéia de festa rave como festa marginal.

Não se sabe ao certo quando as Raves chegaram ao Brasil mas a relatos que no verão de 1994 em arraial da Judá na Bahia , duas estrangeiras em uma festa na praia colocaram um cd de psy trance pra tocar, os festeiros gostaram tanto do som que começam a organizar encontros com freqüência, as raves de hoje pouco se assemelha das de Goa, Londres ou de arraial da Judá sobre o efeito da globalização e do capitalismo as festas se profissionalizaram o estigma de festa marginal deu espaço ao um novo movimento surge então um fenômeno mundial. foto: Goa Trance JF

Um Império COMERCIAL...

A proliferação das raves impulsionaram comercialmente os envolvidos na cena.
Surgiram então sites especializados, gráfica começaram a produzir flays de propaganda das festas.
Empresas de eventos começaram-se a se dedicar exclusivamente a esse nicho.E a mais importante revista de música eletrônica lançou uma versão brasileira, Esse movimento realimento o mercado escondido até então, com isso mais freqüentadores , mais dinheiro , mais dinheiros , mais festas e festas maiores.
Hoje a uma estimativa que o mercado de raves giram em torno de 15 milhões de reias por mês , sendo q o estado de São Paulo é o estado que tem mais festas por mês , são em torno de 50 a 60 festas pó final de semama.













E com esse crescimento comercial vários pequenos empresários estão cada vez mais entrado nesse meio.
A profissionalização das festas disperto o interesse de grandes empresas de associarem sua marca ao público jovem.Mas isso foi foi aconter a pouco tempo , poruqe nos anos 90 era mto dificil uma empresa colocar sue dinheiro em uma rave , de jeito nenhum pois era visto como um evento margianal.Mas hoje grandes empresas colocam seu nome nas festas pois um evento que arrasta 200 mil pessoas ( como tiesto) é algum significativo.
Temos como exemplo Coca cola vibe zone, motomix da motorola, skol beats são evetos de músicas eletronicas pratrocinados por empresas multinacionais. Foto: Tribe RJ


No Brasil a XXX PERIENSE e TRIBE são as duas maiores raves do Brasil, comportam entre 20 a 30 mil pessoas por edição: chegam a faturar MAIS de 2,5 milhões de reais por festa , HELVETIA , ZENITH , ORBITAL E KABALLAH também são festas que integram a elite das raves no Brasil movimentam entre 8 a 15 mil pessoas por edição.
















xxx perience Edição especial 12 anos SP















Tribe 8 anos edição especial SP


Antes eles ficaram escondidos em lugar escuro e ninguém sabiam qual era o seu nome a infervesencia das raves trouxe benéficos a quem estava esperando o seu momento pop star
E o DJ que estava escondido sai do esconderijo na boate porque ele precisa ver o que as pessoas estavam achando do som dele, porque ele precisa saber se o publico estava gostando do som com isso foi criando cada vez mais ritmos, estilos e por ai vai.Então o DJ hoje passou a ser um artista. Hoje temos muitos Dj de nome na cena Astrix, GMS, Infected Mushroom, 1200mics, Wrecked Machines, Beat Hackers, Perplex,Eskimo,
Gui Buratto, Gustavo Bravetti,Amo e Navas, Liquid soul, John Acquaviva, Vibe Tribe, Poopof, Proculture, Shatin , dentre muito mais.
DJs novatos hoje no Brasil recebem certa de 500 reias por apresentação. Os mais consagrados ganham de 2 a 5 mil reias. Estrangeiros faturam acima de 10 mil reais, o DJ Tiesto recebeu 250 mil reias sua ultima turnê pelo Brasil.

DROGAS E MÚSICAS ELETRÔNICAS

Rave sempre viraram noticia não pela festa em si , mas por um convidado que sempre esteve presente. O sucesso das raves refletiu no consumo de drogas e como o mercado e implacável fez da droga sintética o ecstasy a droga mais consumida nas raves.

''Essa sensação é a primeira manifestação da droga. Em seguida perde-se a sensação de peso do corpo, e sente-se como se estivesse flutuando. A partir daí todos ao seu redor parecem amigos, e sente-se uma forte atração física por todos. Cerca de vinte minutos após a manifestação inicial, começam formigamentos que, segundo relatos, se assemelham a repetitivos espasmos por todo o corpo. Os efeitos da droga ficam oscilando entre momentos com fortes efeitos, e momentos em que os efeitos passam. Dependendo da quantidade que foi ingerida, quando os efeitos passarem o indivíduo vai se sentir desanimado, querendo "voltar para casa".
Estasy é um comprimido com principio ativo da substacia MDMA. Aumenta a energia do usuário e permite que suporte horas a fio dançando, atualmente há pordução no Brasil o prço varia entre 20 a 30 reais a unidade. Mas também temos um outro ingrediente tamém bem procurado nas festas raves .. a famoso LSD ou simplesmente DOCE. dietilamida do ácido lisérgico, que é uma das mais potentes
Os efeitos variam conforme a personalidade do sujeito, o contexto (ambiente) e a qualidade do produto, podendo ser agradáveis ou muito desagradáveis. O LSD pode provocar ilusões, alucinações (auditivas e visuais), grande sensibilidade sensorial (cores mais brilhantes, percepção de sons imperceptíveis), sinestesias, experiências místicas, flashbacks, paranóia, alteração da noção temporal e espacial, confusão, pensamento desordenado, baforadas delirantes podendo conduzir a atos auto-agressivos perda do controle emocional, sentimento de bem-estar, experiências de êxtase, euforia alternada com angústia, pânico, ansiedade, dificuldade de concentração, perturbações da memória, psicose por “má viagem”. Poderão ainda ocorrer náuseas, dilatação das pupilas, aumento da pressão arterial e do ritmo cardíaco, debilidade corporal, sonolência, aumento da temperatura corporal.
Mas sabemos que nao é acabando com as festas raves que o consumo das drogas irá acabar ou simplesmente sumi. Para se combater o consumo do ecstasy e outras drogas nessas festa raves , a solução nao é proibi essas festas porque é considerado uma manifestação cultural legitima.


A saida é simplesmente ao contrário é exigir da rave um posto médico com uma equipe treinada , exigir da rave uma infrainstrutura minima que de conta de segurança , de trazer informação pro usuários os danos que a droga provoca , ou seja a saida é o oposto e de oficializar a rave.

Vida , É MÚSICA ELETRÔNICA
Diversão E BEM ESTAR

No inico timido uma festa alternativa para poucos, nao se imagina rave uma festa massificada.Mas passando pouco mais de uma decada no brasil as raves fazem frente ao evetos bem mais tradicionais como micaretas de carnaval e casa noturnas. O titulo de festa marginal parece que mais ajuda do que atrapalha com se analisa o aumento de eventos realizados a procura pelo novo talvez seja o ingrediente
que motive as pessoas a deixarem suas casa , rodarem uma horade carrro ou ou de onibuns pra as festas gastarem certa de 100 reais e ainda voltarem sujo pela terra do local.
Não é tarefa facil responde o questionamento de como as raves se tornaram este fenomeno comercial atribir isso as festas ao ar livre , contato com a natureza e liberdade talvez seja precipitado. Muitas pessoas encaram esse tipo de evento uma proposta de vida , em aproveita com os amigos em um lugar especial menos lutar por uma causa politica maior.. Muitos também vão a porcura de novas amizades e poder se relacionar com o outro de exporem suas ideias e seus conceitos. Com isso permite que as pessoas saem bastante , que gaste seu próprio dinheiro em diversão mas é um lugar social que permite porque muitos ainda tem o apoio dos pais.Mas também a muita gente encara como um prazer ou seja meu prazer de agora é mais importante do que o do futuro .. é na verdade uma cultura totalmente capitalista aproveite o hoje , nao é como antigamente que as pessoas pensavam em trabalhar , poupar , criar uma familia hoje nao pensa no momento em se diverte e ponto final.



6 comentários:

  1. Nunca fui numa Rave
    mas tenho vontade

    ResponderExcluir
  2. eu nao gosto muito de psy
    mas gosto de ouvir, pra brisar aushaus

    ResponderExcluir
  3. As raves foram as melhores festas que eu já fui na minha vida...melhor doq micareta... melhor doq carnaval... melhor doq qq baladinha q vc possa fazer...

    Triba...Psymind...eu fui;;;hauahuahuahauahu
    Fritando sempreee!


    Visita ae qq hora:

    http://catalepsiaprodutiva.blogspot.com/

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. eu queria saber quas as rave mais famosas do brasil? é para um trabalho de escola..

    ResponderExcluir
  5. oi me ad :thiaguinho_oliveira23@hotmail.com no msn

    ResponderExcluir